Skip to content

Lisandro Gaertner Posts

Por que não estou indignado

Pelo que me dizem, o povo está indignado. Ouço pedaços de conversas nos botequins, leio bravatas na internet, vejo as manchetes nos tabloides e assisto a declarações nos telejornais. In-dig-na-ção. Por toda a parte. Como puderam roubar TANTO? Como fizeram isso com A GENTE? Como traíram a NOSSA confiança? Entendo o sentimento, mas não consigo ficar indignado. Explico. Indignação requer surpresa. – Como você pôde fazer ISSO comigo? – Eu nunca pensei que VOCÊ fosse capaz disso. – Quase não acreditei quando me contaram o que VOCÊ fez. Indignação é uma sensação que depende de uma expectativa positiva sobre algo…

Trainspotting 2 e a maldição do filme sobre a meia-idade

Saí de T2: Trainspotting com um gosto amargo na boca. Não, o filme não é ruim. É óbvio, não consegue captar o brilhantismo visual do primeiro, que 20 anos depois já ficou ultrapassado; nem a mensagem, hoje repetida à exaustão, surpreende, apesar de manter a sua força. Os problemas não foram esses. O principal problema que me causou esse mal estar foi perceber que ninguém sabe fazer filmes sobre a meia-idade. Isso é uma coisa que me atinge diretamente. Por mais que não pense nisso a todo momento, estou na meia-idade. Tenho 42 anos e considerando que posso viver até…

Billions e a brincadeira de Mau

Quase toda a noite, perto da hora de dormir, a minha filha quer brincar de Mau. Conhece? Não?! É assim que ela explica: – Eu sou o Bom. Eu vou pegar um brinquedo e finjo que vou dormir. Aí você é o Mau e tira o meu brinquedo. Depois eu sou o Mau. É uma dinâmica interessante. A ação do Mau “contra” o Bom pode ser agressiva, dissimulada, manipuladora ou simplesmente caótica. A reação do Bom também varia. Revolta, medo, tristeza, negociação. Vale de um tudo nessa brincadeira. E não há motivo para ser Mau, nem Bom. Apenas os somos.…

Sejamos objetivos

Você sabe: eu sou direto. Quando se trabalha na minha área é preciso. Senão perdemos a atenção da pessoa. Entende o que estou dizendo? Por isso vou tentar resumir para você o que estou querendo dizer. Não que seja uma coisa só. Não é. São duas. Talvez três. Por isso é tão importante ser conciso. Se eu não conseguir deixar claro em poucos minutos o que eu quero te dizer, e é muita coisa, acho que  terei falhado na minha comunicação. E comunicação, você sabe, é importante. Não adianta a gente ficar falando e falando sem chegar a lugar nenhum.…

Ódio rotativo

Nos anos 80, um dos meus programas preferidos com o meu pai era vê-lo brigar na Mesbla. Se você nasceu depois do fim da hiper inflação, deixa eu te situar. A Mesbla era uma rede lojas de departamentos assim como a Sloper e a Sears. Desculpe, referências tautológicas. Estou tentando explicar a um deficiente visual o que é o verde dizendo que é a mistura do azul com o amarelo. Esclarecendo melhor, Lojas de Departamentos eram shoppings primitivos. Ao invés de conglomerados de lojas num mesmo prédio, tínhamos uma só enorme loja com diversos departamentos, de lingerie a lanchas passando…

Obrigado, Crivella

Até que demorou. Na semana passada, uma notícia passou discretamente pelos jornais cariocas: seria montada uma Operação “Linha Dura” na Praça São Salvador. O responsável pelo informe, o Coronel Paulo César Amêndola, secretário de Ordem Pública(?), alegou que os moradores estavam reclamando de “som alto, consumo de drogas, impedimento do acesso de carros dos moradores, e”, segundo ele, até “sexo nas calçadas” (sic). Moro na frente da Praça e, confesso, não é mole. Meu apartamento é de fundos e às vezes, até no meio da madrugada, ouço palmas e gritos. O consumo de drogas também é visível, mas ao impedimento…