Ir ao conteúdo

Mês: dezembro 2020

Resoluções, Metas e Rotinas para 2021

Uma das (des)vantagens de ficar velho é lembrar de tempos em que as coisas eram diferentes. O Ano Novo é um desses casos. Uma das coisas que mudou dos anos 90 pra cá é que, em vez de metas e objetivos para o ano vindouro, a gente fazia resoluções. Pode parecer a mesma coisa, mas era bem diferente. As tais metas e objetivos de hoje vêm de uma cultura corporativa baseada em eficiência, requisitam planos…

Narrações intermináveis da sua vida interior

Ainda tenho guardados os cadernos e diários da minha adolescência que provam que eu tinha uma vida interior. Converso com amigos da época sobre os acontecimentos que vivemos e estão registrados neles, e, do seu lado, não há lembranças: – Sério que isso aconteceu?- eles me perguntam – Sério. Seríssimo- respondo com uma ponta de dúvida. Releio as histórias e passagens e me pergunto: se ninguém além de mim lembra, eu realmente vivi aquilo tudo?…

Romeu e Julieta para a meia idade

Mês passado, no Clube do Livro de Teatro comandado pela Joana Poppe, fizemos a leitura de Romeu e Julieta e confesso que estou ainda impactado. Não pelo plot, óbvio. Já tinha lido a peça há muitos anos e as diversas adaptações ou derivações não nos deixam esquecer a história: jovens apaixonados vindos de famílias rivais lutam contra tudo e todos e, surpresa, pagam com as suas próprias vidas pela esperança infrutífera de realizar seu amor.…

10 de espadas

Foi sem querer. Estava numa tarde de sábado preguiçosa inundado na quantidade de coisas para não ver no Netflix, quando decidi rever o primeiro episódio de Halt and Catch Fire. É, aquela série sobre o mercado de informática, desde o PC até o início da internet. Agora, 3 semanas depois, acabei de re-assistir ao seu último episódio, e, confesso, estou novamente maravilhado. Mas por razões diferentes daquelas da primeira vez. Como dizem, você nunca passa…