Ir ao conteúdo

Mês: abril 2021

Ad Infinitum

Você se lembra do que fez? Lembro. E aí? Desculpa. Me diz por que você fez isso. Desculpa. Responde a minha pergunta. Não sei. Não sabe o quê? Não sei a razão. Então você faz as coisas sem razão? As vezes, eu acho. Eu fiquei muito magoada, sabia? Imagino. Imagina nada. E agora? E agora, o quê? Tá tudo bem? Tudo bem, nada! Mas já passou. Passou, mas eu não estou conseguindo me sentir melhor.…

Feriado, ainda que tardio

Nem parece feriado. Quem trabalha presencial vai trabalhar, pois o feriado foi antecipado. O mesmo vale para as escolas, que ficaram fechadas durante o recesso sanitário. Agora, pra quem, como eu, trabalhou remoto é folga. Para comemorar o quê, mesmo? Ah, Tiradentes. Era melhor terem cancelado o feriado logo, ao invés de antecipar. Nem faz mais sentido comemorar a fracassada Inconfidência Mineira num país onde o governo conspira para assassinar a população de fome, guerra…

Medo da chuva

Teresina. Fevereiro de 1996. Dois jovens cariocas de férias, que não sabiam mais se estavam saindo de um churrasco regado a cerveja ou indo pra um happy hour regado a uísque, caminhavam sem rumo pelas ruas ardentes e vazias da única capital do Nordeste que não é no litoral. Do nada, como sempre, uma chuva torrencial os atingiu. Um deles fez menção de correr, o outro o interrompeu: – O que você tá fazendo, cara?…

Por onde anda: Jair Bolsonaro

Ontem, durante as homenagens aos mortos pela CoVid nos 30 anos da decretação da pandemia pela Organização Mundial de Saúde, provavelmente seus avós se perguntaram por onde anda Jair Messias Bolsonaro, o ex-presidente responsável pela morte de meio milhão de brasileiros. Para os jovens que não tiveram o desprazer de conhecê-lo, Jair Bolsonaro foi um político menor de extrema direita e baixa capacidade cognitiva levado ao poder por um período de histeria, ódio e medo…