Ir ao conteúdo

Categoria: Blog

Labirintos e labirintos

Sou um colecionador de técnicas criativas e, nessa busca incessante por novas ferramentas e experiências, ontem comecei a fazer a oficina gratuita da Sheyla Smanioto, O Caderno como um Jardim. Não consegui assistir a aula ao vivo, nem antes de dormir, para fazer o exercício proposto, mas hoje de manhã rolou. Na primeira aula, Sheyla trouxe a ideia do labirinto como uma metáfora para a encontrar uma saída dos bloqueios criativos e dos vieses inconscientes…

Revisitando Hogwarts

Graças à Alícia, estou assistindo em ordem e religiosamente aos Harry Potter. Lembro de ter lido o primeiro livro em 2001 e achado legal, mas nada de espetacular. Na época, inclusive, a minha impressão foi que até Os Olhos do Dragão do Stephen King, uma fantasia Young Adult bem rasteira, tinha me parecido mais imaginativo. Porém, passada toda a loucura midiática e com a perspectiva da série inteira, consigo ver alguns pontos positivos bem interessantes…

Patriotite

Imagino que o patriotismo, como o apêndice, já pode ter tido uma função. Numa época mais primitiva, quando os recursos eram escassos, e as pessoas viviam com medo constante, prontas a matar seus vizinhos por qualquer coisa, o patriotismo devia funcionar como uma ferramenta de coesão grupal. – Por que eu não posso matar o meu vizinho, mesmo? – Ué, ele é seu compatriota. Vocês são da mesma pátria. – Tá bom. E por que…

Os Sinais

Ninguém entendia por que, apesar de todas as tragédias, ela continuava lendo os jornais, mas ela tinha uma boa razão para fazê-lo. Perdidos entre os desmandos de ditadores; misturados aos sinais de crescimento da ganância e da ignorância; escondidos atrás das mortes pela peste, pela fome e pela guerra provocadas pelos insensíveis que não paravam de falar em Deus; lá estavam eles: os sinais. – Apesar dos pesares, se a gente olhar direitinho, dá pra…

Estado Vegetativo

Um dia, Alessandro acordou bem cedo e notou que a sala estava diferente. Não sabia exatamente o quê, mas havia algo estranho. Apesar da ressaca braba que fazia a sua cabeça latejar, ele conseguiu ficar alguns minutos em pé analisando todos os cantos da sala, mas não conseguiu identificar o que estava lhe incomodando. Pensou em fazer uma análise mais aprofundada dos móveis e passar as paredes em revista, mas estava muito cansado e resolveu…

Fofoca das Famosas

– Querida, parabéns! – Pelo quê? – Não ficou sabendo? Agora você é oficialmente famosa. – Ué, achei que eu já era famosa. – Era, mas agora você chegou em outro patamar. Uma estrela! Você virou uma famosa entre os famosos. – Não entendi, explica. – Ai, ai. Inteligência nunca foi seu forte mesmo… – O que é que você disse? – Nada, amor. Deixa eu te explicar. Depois de amargar 2 anos como youtuber,…