Notas

Todo pirata…

Uma das verdades mais chatas na qual temos mais dificuldade de acreditar é que todo pirata quer se tornar um almirante. Talvez tomados pela ingenuidade de acharmos que hoje ainda existem valores que falam mais alto que o dinheiro, emprestamos nossa boa fé e nossa confiança a tantas empresas que aparecem prometendo fazer as coisas de forma diferente do que “as outras” estão fazendo. O Substack, que começou se vendendo como uma alternativa às redes…

Continue reading

Ensaios

Mestres e Deuses

Recentemente reli o livro do Jaron Lanier sobre os porquês de se afastar de redes sociais e tive uma pequena epifania. Nosso problema não são as redes sociais, mas as estratégias de controle de comportamento; o que nos preocupa realmente é que pessoas ou métodos não transparentes e efetivos consigam promover mudanças ou incitar comportamentos com os quais não concordamos conscientemente. Evitando a discussão de que “não existe livre arbítrio”, comecei a pensar se todos…

Continue reading

Blog

(Diz se) 9 não são vinte

A primeira década é subestimada. Espremida entre o nascimento e a ansiada adolescência, a primeira década, consumida pelas falhas da memória em primeiro uso, parece um tempo a ser esquecido. Mas, apesar de você não lembrar quase nada da primeira metade dessa década, a segunda metade, mesmo que guardada em névoas espectrais e nostálgicas, estabelece muito do que você é, pois, traumaticamente, foi quando ocorreram todos seus primeiros encontros. Os primeiros amigos; as primeiras desilusões;…

Continue reading

Blog

O melhor presente de Natal pra você é VOCÊ!

Avaliado no Brasil em 24 de dezembro de 2023 Compra verificada Dentre todos os presentes de Natal que ganhei, e me dei; dentre todo lixo que consumimos para fazer rodar a economia artrítica do capitalismo tardio; dentre todo o arsenal de recomendações vazias criadas por essa inteligência artificial brutalmente mercantilista; esse, com certeza, foi o melhor. Na boa, já fazia tempo que eu estava atrás de um desses, e, depois de tanto procurar, finalmente eu…

Continue reading

Destaque Poesia

Os fantasmas da sala

Entrei jovem escondido Minha mãe não podia nem sonhar que tinha ido lá Fui recebido por uma senhora idosa aparentemente mal intencionada que me deu um doce e passou a mão na minha cabeça disfarçando o ódio que tinha de mim Lá voltei um jovem adulto Ia visitar meu pai adoecido após sua operação A mesma senhora estava lá mas não me recebia mais com doces nem afagos na cabeça Melhor Eu preferia a sinceridade…

Continue reading